Vida de Cristo

JESUS: O MANSO
(Mateus 5:5)

CAPÍTULO 3

MANSIDÃO: O QUE E?

Muitas vezes ouvimos dizer que o cristão deve ser diferente das pessoas do mundo. Isto é certo. A diferença que Cristo faz em nossas vidas deve dar para notar. Mas não é que aquele que crê em Cristo anda de gravata e paletó, ou que a mulher cristã usa somente roupa feita em casa ou tem seu cabelo penteado de uma certa maneira. Estas coisas são exteriores, superficiais. Jesus disse que a diferença entre o Seu seguidor e a pessoa do mundo é o seu interior, seu caráter. O que o mundo deve ver em quem crê em Cristo e exatamente a expressão das qualidades interiores e espirituais: humildade, compaixão, mansidão, justiça, misericórdia, pureza e pacifismo. Quando nós começarmos a mostrar estes atributos, o mundo vai notar, o Senhor será glorificado e mais pessoas serão atraídas para o caminho.

Uma destas características menos procurada é a mansidão. Alguém já disse: "Se todos os atributos de Deus fossem oferecidos em leilão, o último a ser vendido seria a mansidão". Poucas pessoas a entendem e poucas valorizam este atributo que e tão característico do Senhor Jesus.

"Bem-aventurados os mansos porque herdarão a terra," disse Jesus em Mateus 5:5. O que quer dizer ser manso? Pelo dicionário, ser manso é ter um temperamento brando e ser pacífico, sereno, sossegado. O manso é aquele que não faz barulho e é controlado.

Ser manso não é ser fraco. Um cavalo antes de ser domado ~ forte, mas sendo fera é inútil ao homem. Depois de ser domado não perde nenhuma força. Somente torna-se manso, ou controlado e útil. Uma boa definição de mansidão é força sob controle.

Roma conquistou o mundo, mas os cristãos conquistaram o império romano. Nero se agitava na sua cama à noite no palácio, enquanto os cristãos dormiam tranqüilamente nas suas cadeias. Eles encontraram a vitória na redenção e sua coragem era resultado da sua convicção. Ganharam paciência nos sofrimentos. Estes cristãos primitivos adquiriram força espiritual, fundada na verdade, temperada na perseguição e que refletia a imagem da natureza de Jesus Cristo. Vamos examinar este atributo tão essencial à vida cristã: mansidão.

JESUS NOSSO EXEMPLO: Jesus e o melhor exemplo de mansidão.
Ele não era fraco, mas forte. Lembre-se do que aconteceu com Ele. Foi preso, açoitado, espancado pelos soldados que zombaram dEle. O povo que Ele veio salvar estava gritando: "César e: nosso rei. Crucifique-O!" Foi pregado na cruz pelas mãos e pés, sofrendo dor cruel, e o povo ainda O desafiava fiava "Se és Filho de Deus, desce da cruz." Esta era a cena.

Agora pense no que Jesus podia ter feito. Aquele que controlou as tempestades, andou em cima das águas e multiplicou os pães, podia ter chamado 10.000 anjos para destruir o mundo e livrá-lo dos sofrimentos. Jesus com uma palavra podia ter acabado com todo aquele povo malvado, mas Ele era manso e humilde de coração, "o Qual não cometeu pecado, nem dolo algum se achou na Sua boca... Ele, quando ultrajado não revidava com ultraje, quando maltratado não fazia ameaças, mas entregava-Se Aquele que julga retamente" (1 Pedro 2:22,23). Em vez de gritar ameaças, em vez de usar Seus direitos e poderes para destruir os zombadores, Ele pediu "Pai, perdoai-os, porque eles não sabem o que estão fazendo." Isto é mansidão: força sob controle, sossego no meio da provação, tranqüilidade da alma mesmo em circunstâncias difíceis.

A mansidão do Messias era assunto de profecias bíblicas no Velho Testamento. Leia Isaías 42:1-4 ou Mateus 12:15-21 e veja as características desta pessoa que Deus sustinha e em quem Sua alma se comprazia. Ele não clamava e nem gritava nas praças. Ele não agredia as pessoas nem gritava com rosto vermelho de ira para convencer o incrédulo dos seus erros. Jesus, conforme esta profecia, "não esmagou a cana quebrada nem apagou a torcida que fumegava."

Vamos explicar isso: naqueles dias a cana era usada como régua ou cajado. Se quebrasse, ela não serviria mais para nada. Esta cana quebrada representa a pessoa fraca. Mas como foi que Jesus olhou as pessoas fracas e aquebrantadas? Ele não as desprezou. Jesus, entre os desprezados e os rejeitados da sociedade, mostrou paciência e simpatia. Jesus Se identificou com os fracos, levantando-os para a vida mais alta. Ele· não jogou fora o fraco e rejeitado da sociedade. Ele os tratava com delicadeza. Ele era manso. De modo semelhante, Jesus não apagou a torcida que fumegava. Quando uma vela ou uma lâmpada de óleo se apagava a torcida começava a fumegar. Esta fumaça só, incomodava as pessoas, então era fácil apertar um pouco a torcida e acabar com a fumaça. A torcida fumegante representa uma pessoa irritante. Como Jesus fez com tais pessoas? Ele agüentava as pessoas irritantes e incomodas. Ele cuidava delas ao invés de acabar com elas num instante. De novo, Jesus não pisava nos fracos. Jesus não promoveu fraqueza, mas tolerância, e assim ajudou os fracos a tornarem-se fortes. Ele não os sobrecarregou com fardos pesados demais. Ele sempre chamou as pessoas para serem de bom comportamento e caráter. mas ao mesmo tempo compreendia e suportava as tolices e imaturidade dos fracos.

Jesus está a favor dos fracos. Ele nunca deixou de ser manso. Jesus não deixou de ser manso quando com força expulsou os cambistas e vendedores do templo. Ele não perdeu o controle mas sabia exatamente o que fazia. Jesus não deixou de ser manso quando disse: "Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, serpentes, raças de víboras! Como escapareis da condenação do inferno?" E Jesus não deixará de ser manso quando do céu "Se manifestar com os anjos do Seu poder, em chama de fogo, tomando vingança contra os que não conhecem a Deus e contra os que não obedecem o evangelho" (2 Tessalonicenses 1:7,8). Ser manso não quer dizer que não se deve lutar contra a maldade, repreender o pecador ou procurar corrigir a injustiça. Ser manso é ser sempre controlado, sossegado. É força sob controle. As vezes é preciso usar nossa força. Temos que agir, falar, resistir, mas sempre de maneira correta: bem controlado.

APLICAÇÃO:
A mansidão está na lista dos atributos que o Espírito produz na vida do cristão (Gálatas 5:23). Quer dizer que quando o Espírito de Deus esta controlando nossa vida, não vamos desejar retribuir mal por mal para aquela pessoa que nos provoca. Quando criticado, ou até acusado falsamente, não vamos explodir de ira. Quando maltratado podemos até perdoar a quem nos ofendeu. isso é mansidão. Ser manso não significa que devemos ceder a todo desejo mal ou injusto dos outros. Doutrina falsa tem que ser corrigida. O pecado tem que ser rejeitado. Injustiça e a opressão têm que ser combatidas, mas sempre de maneira controlada. Nossa luta contra o mal tem que ser sem amargura, sem desequilíbrio.

Devemos tratar as pessoas com respeito (Tito 3:1,2). Devemos corrigir os irmãos com muito cuidado e delicadeza. Sendo pessoas mansas, podemos olhar para pessoas como se fossem pacotes com placas de transporte escritas assim: "FRÁGIL, TRATE COM CUIDADO". Os seres humanos são frágeis. Vamos ter muito cuidado para não os machucar com nossas palavras de ressentimento ou com tratamento grosseiro. Vamos tratar as pessoas com muita delicadeza, especialmente aqueles que estão longe de Deus.

A Bíblia fala especialmente para as mulheres a respeito de mansidão. Nossa sociedade, através das propagandas, filmes, revistas e livros, está enganando muitas mulheres. Elas estão ouvindo em todo canto que para serem populares e atraentes, têm que ser "sexy" e sensuais. Dizem que a beleza da mulher é o resultado das características físicas. Mas isso é uma grande mentira. A Bíblia enfatiza que são as qualidades interiores que fazem uma mulher atraente e bonita. 1 Pedro 3:4 diz que "a beleza de uma mulher cristã deve ser a pessoa interior do coração, unido ao incorruptível de um espírito manso e tranqüilo, e que isso é de grande valor diante de Deus."

Não e: pecado ser bonita, e: claro. De fato, Deus criou a mulher no início para ser atraente e agradável ao homem. Deus não condena a mulher que se faz bonita exteriormente. Não há virtude em ser feia nem em se vestir de maneira feia. O que a Bíblia diz é que há algo muito mais importante e básico que atrai e impressiona o homem. E a pureza, a reverência, é um espírito manso e tranqüilo da mulher que tem poder para influenciar o marido para o bem. Com o passar dos anos o corpo físico fica fora de forma e o rosto ganha mais rugas, mas o espírito manso torna a mulher mais e mais atraente.

AUTO EXAME: Responda estas perguntas para medir sua mansidão.
    1. Você grita com seus familiares ou colegas?
    2. Quando acusado falsamente, você se defende com veemência?
    3. Você insiste em ter a última palavra numa discussão?
    4. Seus colegas ficariam assustados se você ficasse irado com alguém?
    5. Você tem a reputação de uma pessoa que fica calma no meio da tempestade?
    6. Você procura escolher suas palavras para não magoar as pessoas?
    7. Você quer se vingar da pessoa que lhe fez mal?
    8. Você quer brigar quando alguém fura a fila e entra na sua frente?
    9. Quando você repreende um amigo, ele sai do encontro machucado ou com raiva?
    10.Você consegue ser brando e submisso mesmo quando está lutando contra uma injustiça?

Voltar ao início da pagina