A nova Jerusalém desce do Céu

Capítulo 21:

Interpretação dos símbolos
NOVO CÉU E NOVA TERRA: simbolizam um novo ambiente, uma nova condição de vida. A ênfase aqui, bem como em Is 65 e Is 66 é que as dificuldades do passado não existem mais. Em vez de tribulação, há benção.

TABERNÁCULO DE DEUS: Sabemos que Deus já habita com seu povo. Seu espírito Santo habita em nós. Os cristãos já são o povo de Deus. Mas a linguagem aqui é futura porque Ele já está mostrando o resultado deste conflito. Estas coisas são realidade sempre que os cristãos estejam vencendo o inimigo.

NOVA JERUSALÉM: Quase todos os detalhes da descrição de Jerusalém estão em contrastes da cidade derrotada - Roma:

Nova Jerusalém Roma
nova Jerusalém espiritualmente velha Jerusalém, sede de religião falsa (11:8)
desceu do céu — origem divina subiu do mar (13:1), origem humana
adornada como noiva — pura e bonita vestida como prostituta, para seus amantes (17:4)
habitação de Deus abandonada, desolada por ordem de Deus (18:2,4)
sem lágrimas, morte, pranto, dor tormento, pranto, morte, fome, viúva (18:7,8)
seu nome é povo de Deus chamada Babilônia, mãe das meretrizes e das abominações
uma cidade medida — protegida, santa desprotegida (17:16) caiu (18:2)
cidade santa bebendo abominações, imundícies (17:4)
preciosa, feita de pedras preciosas adornada com pedras preciosas para atrair prostituição
iluminada por Deus sem luz (18:23)
as nações andam na sua luz os reis da terra se prostituem com ela (18:9)
os reis da terra lhe trazem sua glória os reis da terra louvam sua riqueza (18: 3, 19)
cura nas nações fez bêbado no mundo (17:2)

Resumo de capítulo 21
Este retrato mostra a igreja triunfante na história (não está na eternidade ainda). Ela brilha entre as nações e ilumina o caminho dos que estão fora. Honra, glória, proteção, preciosidade, vida, saúde, bênção: esta é a realidade presente da igreja de qualquer época que, sendo fiel a Jesus Cristo, esta vencendo o inimigo.

 

Voltar ao início da pagina