B. DEVE UMA PESSOA COMPREENDER QUE SEUS PECADOS ESTÃO SENDO PERDOADOS QUANDO É BATIZADO PARA QUE SEU BATISMO SEJA VÁLIDO E EFICAZ?

Afirmação: sim e estas são as razões porque

1. No batismo o pecador pede a Deus para salvá-lo

a. Atos 22:16 - "Agora por que te demoras? Levanta-te, batiza-te e lava os teus pecados, invocando o seu nome." Esta passagem mostra que nós somos batizado para ter nossos pecados lavados e que no ato de ser batizado, nós estamos invocando o nome do Senhor.

Invocar o nome do Senhor significa pedir a Deus para salvar, ajudar, abençoar, proteger, agir, etc. Veja o Apêndice I.

Pergunta: No batismo, nós estamos invocando o Senhor para fazer o que?
Resposta: Para salvar-nos! Para nos lavar dos nossos pecados!
Mas qual a situação se nós não sentimos a necessidade de ser salvo ou
porque nós não cremos que Jesus salva ou
nós não nos achamos perdidos ou nós não sabemos realmente o que estamos fazendo ou porque nós cremos que nós somos salvos já?

Nestes casos, como poderíamos estar pedindo que o Senhor nos salve no batismo? Se nós não sentimos a necessidade de ser salvo, nós não poderíamos pedir para o Senhor nos salvar! O verdadeiro batismo bíblico é um ato em que nós estamos pedindo que o Senhor nos salve dos nossos pecados! Isto não está dizendo que seu batismo só é válido se repetir certas palavras como "Senhor, salve-me dos meus pecados" na hora do seu batismo. Está dizendo que devemos ser batizados pelo propósito correto.

b. 1 Pedro 3: 21 - "Aquela água é como a água do batismo que agora os salva. No batismo nós não tiramos a sujeira do corpo, mas pedimos a Deus por uma consciência limpa. E tudo isso é realizado mediante a ressurreição de Jesus Cristo." (Novo Testamento versão fácil de ler.) O batismo, de acordo com Pedro aqui, não é uma lavagem exterior da sujeira do corpo físico. O batismo que nos salva é "pedir a Deus por um consciência limpa". Quer dizer, no ato de ser batizado, nós estamos pedindo a Deus para que Ele limpe nossa alma da culpa do pecado. Isto é exatamente o mesmo pensamento expressado em Atos 22:16 acima.

Observe como as várias traduções rendem esta frase em 1 Pedro 3:21: o "batismo é...
… pedimos a Deus por uma consciência limpa …" (Novo Testamento versão fácil de ler.)
… voltarmo-nos para Deus, pedindo-lhe que limpe as nossas consciências do pecado." (O LIVRO)
… da indagação de uma boa consciência para com Deus" (Tradução de João Ferreira de Almeida Edição Corrigida Fiel, Atualizada e Corrigida)
… a indagação de uma boa consciência para com Deus." (Tradução de João Ferreira de Almeida Edição Atualizada)
… o compromisso (ou a indagação ou ainda a súplica por ou ainda o resultado) de uma boa consciência diante de Deus." (Nova Versão Internacional)
… demanda de una buena conciencia delante de Dios." (Reina Valera)

Obviamente, esta não é a frase mais fácil a traduzir. Beasley-Murray faz este comentário: "... a frase disputada pode ser rendida como uma oração a Deus por um consciência boa ou uma promessa a Deus para manter um consciência boa. Na primeira interpretação o batismo é declarado ser uma apelo a Deus na parte do batizado, o qual é respondido com salvação através do Cristo ressuscitado." A palavra "pedimos" faz mais sentido quando nós lemos a frase "agora … o batismo vos salva …" Faz sentido porque não há nenhuma maneira para que os pecadores tenham um consciência limpa antes de ser salvo. É isto que significa realmente ser salvo - ser perdoado dos nossos pecados. Nós não somos salvos quando prometemos não pecar mais. Isso definiria mais pròximo o arrependimento. Quando nós, no batismo, pedimos a Deus para limpar nossa consciência, Ele faz examente isso - Ele nos salva!

Qual a definição do batismo? Prometendo a Deus que viveremos com uma consciência limpa? Ou pedindo a Deus que Ele nos dê uma consciência limpa? Qualquer um que seja, este nos salva. É o pecador dizendo "eu prometo nunca mais pecadar !"? Ou é o pecador clamando "Senhor, por favor, me salve!?" Eu creio que é, obviamente, o segundo. Aquele é o batismo verdadeiro.

Isto se torna mais claro comparando Hebreus 9:13, 14; 1 Pedro 3:21; and Atos 22:16.

Hebreus 9:13,14: A consciência é purificado pelo sangue de Cristo — “Porque, se a aspersão do sangue de bodes e de touros, e das cinzas duma novilha santifica os contaminados, quanto à purificação da carne, quanto mais o sangue de Cristo, que pelo Espírito eterno se ofereceu a si mesmo imaculado a Deus, purificará das obras mortas a vossa consciência, para servirdes ao Deus vivo?"

Atos 22: 16: No batismo invocamos o nome do Senhor para nos lavar dos nossos pecados. "Agora por que te demoras? Levanta-te, batiza-te e lava os teus pecados, invocando o seu nome.”

1 Pedro 3: 21: No batismo pedimos a Deus por uma consciência limpa. " No batismo nós não tiramos a sujeira do corpo, mas pedimos a Deus por uma consciência limpa.”

Todos estes combinam e concordam. A salvação é dada no batismo porque está no batismo que pedimos que Deus limpe nossa consciência através do sangue de Cristo.

Se a pessoa sendo batizada não sabia ou não acreditava que Deus estava perdoando seus pecados (lavando-o dos seus pecados, redimindo-o dos seus pecados, purificando a sua consciência) no seu batismo, entao certamente ela não estava pedindo ou invocando a Deus para ser perdoada dos seus pecados. Tal falta da compreensão faz que o seu batismo não seja o batismo mencionado em 1 Pedro 3:21, qual batismo nos salva. "

Para resumir: Que nos salva de nossos pecados? É o sangue de Jesus! Quando o sangue de Jesus nos salva? Quando nós sormos batizados! Assim, de onde vem o poder para salvar? Está no sangue de Cristo. (a "resurreção de Jesus Cristo" é o evento que validou o valor de sua morte na cruz). O batismo de fé nos liga com a morte, o sepultamento e o resurreção de Cristo. Sendo batizado "em sua morte" e "sendo unido com ele na seu resurreção " (Romanos 6:3-5) é como a salvação nos vem no batismo.

Salvação (perdão dos pecados), que vem de ser unido com Deus em Cristo, é dada quando nossos corações pedem a Deus por uma consciência limpa, confiando que Ele vai nos salvar. Nós fazemos isto quando nós somos batizados. O batismo bíblico é fé pedindo a Deus por salvação, baseado na morte de Cristo na cruz.

c. Colossenses 2:12 - " tendo sido sepultados com ele no batismo, no qual também fostes ressuscitados pela fé no poder de Deus, que o ressuscitou dentre os mortos." A resurreição a uma vida nova acontece por meio de nossa fé na operação ou poder de Deus. Nós, de fato, estamos confiando em Deus para nos salvar nesse ato do batismo.

Veja: No batismo nossa fé está na operação de Deus e não em nossas próprias obras. Quando nós somos batizado, nós acreditamos (confiamos) que Deus está operando. É com nossa fé na sua ação que o batismo funciona. Para que nosso batismo seja eficaz nós devemos acreditar que Deus está operando para nos resuscitar para uma vida nova (para nos salvar).

Eis o batismo: clamando a Deus para salvar-nos e confiando que ele vai fazer, baseado no poder do sangue de Cristo.


2. Justificação - Afirmação: a doutrina da justificação pela fé exige que uma pessoa compreende e acredita que seus pecados estão sendo perdoados no batizada. É importante, conseqüentemente, para que nós saibamos o que a justificação significa.

Pense no super-religioso, hypocrita, egoista, coluna da igreja e o sujo, corrupto, cobiçoso, traidor, pecador: Jesus "propôs também esta parábola a uns que confiavam em si mesmos, crendo que eram justos, e desprezavam os outros: Dois homens subiram ao templo para orar; um fariseu, e o outro publicano. O fariseu, de pé, assim orava consigo mesmo: Ó Deus, graças te dou que não sou como os demais homens, roubadores, injustos, adúlteros, nem ainda com este publicano. Jejuo duas vezes na semana, e dou o dízimo de tudo quanto ganho. Mas o publicano, estando em pé de longe, nem ainda queria levantar os olhos ao céu, mas batia no peito, dizendo: Ó Deus, sê propício a mim, o pecador! Digo-vos que este desceu justificado para sua casa, e não aquele; porque todo o que a si mesmo se exaltar será humilhado; mas o que a si mesmo se humilhar será exaltado." (Lucas 18:9-14)

a. Que significa ser justificado? O que é justificação? A justificação é um termo legal. A justificação, definida na concordância analítica "YOUNGS", significa "uma sentença judicial, declaração da direita, fazer ou declarar que alguém seja correto." O dicionário "VINE"S das palavras do Novo Testamento diz que justificar "denota o ato de pronunciar justo." A pessoa que é justificada é declarada ou pronunciada ser justa.

Alguns afirmam que "justificado" quer dizer "como eu nunca tivesse pecado". Porém apenas não ter nenhum pecado não nos faz aceitáveis nos olhos do Deus. Nós precisamos ter nossos pecados "tirados" mas também precisamos ter a justice de Cristo righteousness de Cristo "acrescentada". A justificação é quando o criminoso é declarado ser inocente dos crimes que cometeu mas também declarado ser uma pessoa justa.

Há uma diferença entre "ser justo" e " declarado ser justo ". Nós somos declarados a ser justos " no momento quando somos salvados. Nós passamos nossas vidas nos tornando ser mais e mais justos enquanto crescemos espiritualmente na imagem de Cristo. A justificação é exclusivamente um trabalho do Deus em que Ele nos dá ou imputa a justice de Cristo.

Há dois tipos do justiça: justiça imputada (atribuída) e imputed merecida. Considere Filipenses 3:3-9: " Porque a circuncisão somos nós, que servimos a Deus em espírito, e nos gloriamos em Cristo Jesus, e não confiamos na carne. Se bem que eu poderia até confiar na carne. Se algum outro julga poder confiar na carne, ainda mais eu: circuncidado ao oitavo dia, da linhagem de Israel, da tribo de Benjamim, hebreu de hebreus; quanto à lei fui fariseu; quanto ao zelo, persegui a igreja; quanto à justiça que há na lei, fui irrepreensível. Mas o que para mim era lucro passei a considerá-lo como perda por amor de Cristo; sim, na verdade, tenho também como perda todas as coisas pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; pelo qual sofri a perda de todas estas coisas, e as considero como refugo, para que possa ganhar a Cristo, e seja achado nele, não tendo como minha justiça a que vem da lei, mas a que vem pela fé em Cristo, a saber, a justiça que vem de Deus pela fé" - (isto é justiça imputada).

b. Nós somos justificados (salvos) considerados como justos) pela fe

" Concluímos pois que o homem é justificado pela fé sem as obras da lei." (Romanos 3:28)

"Sabendo, contudo, que o homem não é justificado por obras da lei, mas sim, pela fé em Cristo Jesus, temos também crido em Cristo Jesus para sermos justificados pela fé em Cristo, e não por obras da lei; pois por obras da lei nenhuma carne será justificada." (Gálatas 2:16)

" É evidente que pela lei ninguém é justificado diante de Deus, porque: O justo viverá da fé" (Gálatas 3:11).

" Porque também nós éramos outrora insensatos, desobedientes, extraviados, servindo a várias paixões e deleites, vivendo em malícia e inveja odiosos e odiando-nos uns aos outros. Mas quando apareceu a bondade de Deus, nosso Salvador e o seu amor para com os homens, não em virtude de obras de justiça que nós houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia, nos salvou mediante o lavar da regeneração e renovação pelo Espírito Santo, que ele derramou abundantemente sobre nós por Jesus Cristo, nosso Salvador; para que, sendo justificados pela sua graça, fôssemos feitos herdeiros segundo a esperança da vida eterna." (Tito 3:3-7)

"Mas Deus, sendo rico em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou, estando nós ainda mortos em nossos delitos, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos), e nos ressuscitou juntamente com ele, e com ele nos fez sentar nas regiões celestes em Cristo Jesus, para mostrar nos séculos vindouros a suprema riqueza da sua graça, pela sua bondade para conosco em Cristo Jesus. Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus; não vem das obras, para que ninguém se glorie. Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus antes preparou para que andássemos nelas." (Efésios 2:4-10)

c. Algumas conclusões baseadas nestas passagens:
· O motivo de Deus em nos salvar é sua misercôdia, bondade, amor e graça.
· Nossas ações não moveram Deus para a graça. A graça de Deus nos motive a chegar perto dEle.
· Deus salva pecadores que não merecem ser salvos.
· Nós somos salvos pela graça através da fé.
· Salvação é pelo trabalho de Cristo, não nosso trabalho.
· A ira era devida mas a graça foi dada .
· Nós não nos salvamos dos nossos pecados, mas Deus nos salva.
· Salvação é um presente do Deus.
· Salvação é por meio da fé.
· A fé que salva é uma fé obediente
· A resposta humana é necessária para salvação. Para ser salvos nós temos que confiar em Jesus como nosso sacrifício pelos pecados.
· Todos nossos atos de justiça são excluídos commeio da salvação.
· A obediência perfeita de Cristo mereceu o salvação que nos é dada.
· Nós não somos salvos porque nós somos bastante bons mas pelos trabalho merecidor de Cristo. Fé salvadora é fé que confia de depende obra que Cristo realizou na cruz.

O batismo que agora nos salva (1 Pedro 3:21), para ser eficaz, deve ser classificado como fé. Deve ser uma expressão de nossa fé em Cristo como o sacrifício pelos nossos pecados! Se não, sendo salvo pelo batismo significaria que nós somos justificados por obras da lei e não pela fé.

3. Batismo e justicicação pela fé

"Batizado em Cristo" deve ser considerado como a fé e não como algum mandamento arbitrário de Deus para testar nossa prontidão de obedecê-LO. Somente quando o batismo é compreendido como a fé pode ele concordar com o propósito de Paulo em provar que a justificação é pela fé em Cristo. A coisa maior que pode ser dita a respeito de batismo é que é classificado como confiança em Cristo como o salvador

a. Paul escreveu Gálatas para provar que nós somos filhos do Deus pela a fé em Cristo e não pela lei - ao contrário dos legalistas que pregaram a justificação pelas obras da lei. Veja como Paulo enfatizou esta verdade:

Gálatas. 2:16 - " sabendo, contudo, que o homem não é justificado por obras da lei, mas sim, pela fé em Cristo Jesus, temos também crido em Cristo Jesus para sermos justificados pela fé em Cristo, e não por obras da lei; pois por obras da lei nenhuma carne será justificada."

Gálatas 2:21 - " Não faço nula a graça de Deus; porque, se a justiça vem mediante a lei, logo Cristo morreu em vão.

Gálatas 3:6 - " Assim como Abraão creu a Deus, e isso lhe foi imputado como justiça."

Gálatas. 3:7 - "Sabei, pois, que os que são da fé, esses são filhos de Abraão."

Gálatas. 3:8 - " Ora, a Escritura, prevendo que Deus havia de justificar pela fé os gentios, anunciou previamente a boa nova a Abraão, dizendo: Em ti serão abençoadas todas as nações."

Gálatas. 3:9 - " De modo que os que são da fé são abençoados com o crente Abraão."

Gálatas. 3:26 - " Pois todos sois filhos de Deus pela fé em Cristo Jesus."

Gálatas. 3:27 - " Porque todos quantos fostes batizados em Cristo vos revestistes de Cristo."

Gálatas. 3:28 - " Não há judeu nem grego; não há escravo nem livre; não há homem nem mulher; porque todos vós sois um em Cristo Jesus."

Gálatas. 3:29 - " E, se sois de Cristo, então sois descendência de Abraão, e herdeiros conforme a promessa."

b. Gálatas. 3:27 não foi escrito como uma pregação sobre o batismo mas sobre a justificação pela fé. A única maneira que nós podemos compreender seu sentido no verso 27 é dentro do contexto em que foi escrito. Por que Paul mencionou o batismo? Como cabe em seu tema principal (Gálatas 2:16; 3:14)? Está no contexto da justificação pela fé em Cristo que o apostle escreveu: "para você que batizado em Cristo vestiram-se com Cristo" (3:27). Mas esta indicação é precedida por "todos quantos fostes batizados em Cristo vos revestistes de Cristo" (verso 26). Se o sentido do batismo não seja classificado como a fé em Cristo, seria irrelevante ao argumento de Paulo. Se o verso 27 não é o mesmo de verso 26, então a referência de Paul ao batismo é confuso porque estaria introduzindo uma condição da justificação além do princípio da fé. Mas, o apostle, no verso 27, está ainda pregando a justificação pela fé em Cristo em vez de salvação pelas obres da lei.

Então que significa o batismo? Significa mais que simplesmente a imersão na água. Significa a fé em Cristo. Não é apenas que o batismo deve ser precedido pela fé em Jesus como o filho de Deus. Batismo é fé em Jesus que se ofereceu como o sacrifício pelos nossos pecados.

Se o batismo é somente um mandamento que Deus escolheu para testar nossa vontade de obedecer, e não visto como a confiança em Cristo como o salvador; se deve ser feito só porque Jesus o mandou, isso seria legalismo. Mas, quando nós vemos o batismo como a fé que nos une a Cristo, então faz parte do tema de Gálatas que é a justificação pela fé. Se o chamado "plano de salvação" significa um conjunto de mandamentos arbitrários dados por uma autoridade, e quem obedece recebe salvação como recompensa, todos aqueles mandamentos transformam-se em legalismo puro.

c. O batismo não deve ser separado da fé em Cristo para salvar-nos. Fazer dele um mandamento ou uma ordenança baseada unicamente na autoridade de Cristo cujo propósito é para ver se a pessoa está a fim de ser obediente ou não é legalismo. O batismo considerado como a fé em Cristo como nosso sacrifício pelos pecados não constitue uma obra de legalismo. A única maneira de defender corretamente o batismo como um pré-requisito da salvação é ver o batismo como fé; isto é, dependência em Cristo como sacrifício pelos nossos pecados. Aquele sendo batizado deve ter seus olhos na cruz e não apenas no ato de ser imergido na água. Nós temos que ter muito cuidado para não transmitir a idéia que a fé conduz ao arrependimento e o arrependimento conduz ao batismo e que o batismo como um ato do obediência é separado da fé. Aquele que pensa assim é legalista.

d. No batismo nós somos vestidos com Cristo. "Em Cristo" signifique uma união com Cristo. Tentar ser justificado pela lei (isto é, pelo nosso próprio mérito ou fazendo obras de justiça) é "desligado de Cristo" (Gálatas 5:4). Mas para ser justificado pela fé (demonstrada no batismo) significa a união com Cristo. Este é o argumento do apostle em Gálatas 3:26, 27. O batismo não pode ser compreendido separado da fé em Cristo como sacrifício pelos pecados. Citar Gálatas 3:27 simplesmente para provar a necessidade do batismo é fora seu contexto. Gálatas 3:26, 27 mostra o batismo como fé expressada ou retratada. Através da fé, o batismo nos coloca dentro de Cristo e vestidos com Cristo. Vestido com o Cristo ficamos cobertos pela justiça de Cristo e não pela nosso próprio justiça, unidos a Cristo, salvos por Cristo - tudo isto acontece por nossa fé quando somos batizados.

e. Conclusão:
Batizado apenas para obedecer algum mandamento de Deus e não com a finalidade de receber o perdão (e assim o salvação) através da morte de Cristo na cruz transforma o batismo em uma obra humana e, conseqüentemente, uma forma de legalism. Nós não somos salvos pelas nossas próprias obras de justiça mas pela fé em Cristo.

O Senhor deu muitos mandamentos. Por exemplo, a "Dê a quem pede e não recuse quem pede empréstimo." Este é um mandamento. Pensar que obedecendo este comando eu posso ser salvo, sem saber desmente Ephesians 2:8-9 " Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus; não vem das obras, para que ninguém se glorie." Desmente também Titus 3:5: " não em virtude de obras de justiça que nós houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia, nos salvou mediante o lavar da regeneração e renovação pelo Espírito Santo." Isto seria obediência a um mandamento mas não ligado diretamente à fé em Cristo para salvar, nem a sua morte, sepultamento e resurreição dos mortos. Não seria o batismo que os escritores de N.T. escreveram ser necessário para ser salvo.

4. Que ensinam alguns estudiosos e igrejas sobre isto? A seguir são citações de algumas pessoas e grupos. Lenda, procure observer como discordam com as conclusões dadas acima. (nota: O que estas pessoas podem ou não podem refletir o que o grupo com que são associados ensinam.)

a. "Por que eu devo ser batizado? (i) Seguir o exemplo de Cristo. (ii) Porque Cristo o mandou. (iii) Para demonstra que sou crente. " E nisto sabemos que o conhecemos; se guardamos os seus mandamentos." (I João 2:3). O "batismo não lhe faz um cristão. Somente sua fé em Cristo faz isso. Como uma aliança de casamento - é o símbolo externo do compromisso que você fêz em seu coração (veja Efésios 2:8-9)."

b. "O batismo é um sacramento. Em um sacramento, Deus usa elementos comuns - neste caso, água - como meios ou veículos da graça divina. O batismo significa que eu sou salvo? Não - salvação é um processo longo durante o qual nós devemos continuar a responder ao graça de Deus. O batismo oferece a promessa que o Espírito Santo sempre estará trabalhando em nossas vidas, mas a salvação requer nossa aceitação desse graça, confiança em Cristo, e crescimento constante na santidade a vida toda. Eu tenho que batizado para ser salvo? Não, mas o batismo é um dom da graça de Deus a ser recebido como parte da jornada para a salvação.Se rejeitar o batismo, estará rejeitando um dos meios de graça que Deus nos oferece."

c. "Batismo: A demonstração da devoção. Cristãos participam em dois sacramenots ordenados por Deus que comemoram o que Deus fêz para nós: comunião e batismo. O comunião é comemorado constantemente e batismo uma vez na vida como declaração de uma vida de devoção a Deus. Como uma pedra tem muitos aspectos, o batismo tem muitos lados: lavagem, sepultamento, resurreição, a morte do velho, e o nascimento do novo. Uma vez que uma pessoa confessa seu pecado e o vira para Cristo para o salvação, algum ato deve ser feita para proclamar ao céu e à terra que agora é um seguidor de Cristo. O batismo é este ato. O batismo é o ato inicial e imediato de obediência por aquele que acabou de declarar sua fé aos outro. Todos os atos feitos são uma resposta à salvação oferecida, não um tentative de merecer a salvação. Batismo é um voto feito a Deus de um consciência boa "(I Pedro 3:21, TJB).

Certamente, o batismo é um voto, um voto sagrado do crente para seguir a Cristo. Como um casamento comemora a união de dois corações, o batismo comemora a união do pecador com o salvador. Nós nos tornamos parte de Cristo quando somos batizados" (Rom 6:3). Compreenda por favor, não é o ato que nos salva. Mas o ato simboliza como somos salvos! O batismo eficazmente sela nosso salvação, unindo-nos a ele e a seu corpo. A morte de Cristo se torna minha morte. O ressurreição de Cristo se torna minha ressurreição. Se sua fé estiver no sacramento e não no salvador, você está confiando em um ritual impotente.

Isto conduz a uma outra pergunta. O batismo é a prova inicial do coração que crê em Cristo. Se não obedecer Cristo em batismo, que vai fazer quando ele lhe chama para o obedecer na oração? Ou evangelismo? Ou serviço? O motivo mais alto para fazer qualquer coisa é porque Deus pede que você o faça. O coração do salvo diz, "se você me quiser batizado em uma monte das folhas de árvores, eu faço. Eu posso não compreender a razão, mas nem compreendo como você poderia salvar um pecador como eu." Se alguém resista no primeiro mandamento, se pôde querer saber se houvesse uma experiência verdadeira da conversão. Separado da cruz o batismo não tem nenhum significado. Se você estiver confiando em ser imersa na água para o salvar, você erro na mensagem da graça.

Este não é nenhum mandamento opcional. Esta não é sem importância. É um mergulhono poder e na promessa de Cristo. O batismo é o primeiro passo de um crente. Se for bastante importante para Jesus mandar, não é bastante importante para você obedecer? E se for bastante importante para Jesus fazer, não é bastante importante para você seguir? No batismo Deus reconhece e sela nossa conversão a ele."

d. " Deus abençoa porque nós somos dispostos a obedecer, não porque nós vemos um virtude no ato. O batismo foi requerido claramente como um teste de nossa disposição de obedecer o Deus; mas porque nossa disposição de obedecer vem de nossa fé em Deus, o batismo é um teste de nossa fé em Deus."

e. "É minha opinião que o Novo Testament ensina que quando um crente arrependido é imergido na água para cumprir a justiça ou obedecer o Deus, o Senhor perdoa seus pecados passados (mesmo ele não sabendo que os pecados estão remitidos...). Embora que possa ter sido ignorante do remissão dos pecados, seu batismo deve ser considerado como bíblico. A idéia que tem que entender que batismo é "para a remissão dos pecados" é incorreta."

Voltar ao início da pagina